Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Selene

27.04.08
Filha dos titãs Hipérion e Teia e irmã de Hélio, esta deusa lunar é maioritariamente conhecida pelo mito que a relaciona com Endímion.
Apesar da identidade real deste homem ser bastante confusa (segundo alguns, era um pastor, enquanto que outros autores lhe dão uma posição na nobreza), o amor deste pela deusa levou-o a uma situação bastante incomum - em detrimento de vida eterna, a este mortal foi concedido o sono eterno, de modo a que estes amantes pudessem ficar eternamente juntos.

Este é um mito bastante directo, ao qual pode ser atribuído uma interpretação simples - enquanto que as coisas boas da vida estão condenadas à finitude, a noite deve ser encarada como algo que é eterno, uma das poucas certezas que podemos ter na nossa vida. Tal como o sono eterno de Endímion lhe garantiria a permanência eterna ao lado da deusa que amava, acaba por ser o sono nocturno, inevitável e sem o qual não poderíamos certamente viver, a possibilitar o correcto funcionamento do organismo humano.
Licença Creative Commons

Autoria e outros dados (tags, etc)



Espaço da autoria de Ovídio Silva (Doutorando em Clássicas), e de um anónimo interessado nestes temas.



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

  Pesquisar no Blog