Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Tirésias

11.06.08

Foi-me pedido um artigo sobre Tirésias... essa figura mitológica é normalmente conhecida pelos seus dons de profeta, condição sobre a qual incidem grande parte dos mitos que o referem. Por exemplo, na Odisseia, o herói acaba por invocar um espectro deste famoso profeta, de modo a obter alguns conselhos. É este dom da profecia que o tornou conhecido, mas pouca gente conhece os eventos que antecederam esse episódio. Assim, segue-se um pequeno resumo de um mito relacionado com essa figura:

 

Enquanto passeava, Tirésias encontrou duas serpentes em cópula, as quais atingiu com o seu bordão. Um tal acção enfureceu Hera, que decidiu transformar o seu perpetrador em mulher. Apartir daqui, são diversas as versões do mito, com algumas a mencionarem Tirésias como uma famosa prostituta, enquanto que outras a referem como uma sacerdotiza de Hera. Eventualmente, esta figura encontrou outras duas serpentes em cópula, e pelas suas novas acções voltou ao seu sexo original.

Mais tarde, Zeus e Hera tiveram uma curiosa dicussão, relativa a que sexo tira mais prazer do acto sexual. Hera mostrou-se simpatizante pelo lado masculino, enquanto que Zeus referia o sexo feminino como o mais feliz nessa questão, e pela sua experiência única decidiram chamar Tirésias. Ainda desprovido dos seus famosos dons, este habitante de Tebas proferiu uma curiosa ideia - "das dez partes do prazer, o homem apenas tem uma" - a qual exaltou a ira de Hera, que o cegou. Para compensar um tal acto, Zeus deu a este homem o dom da profecia, que seria um dos mais famosos da Grécia Antiga.

 

Apesar desta ser a mais famosa versão do mito, existem muitos detalhes menores em que esta trama varia. Alguns autores mencionam que, inicialmente, Tirésias apenas matou a serpente feminina, o que justificaria a acção da deusa. Outros referem que, no segundo encontro, ambas as serpentes foram deixadas em paz, o que mostraria um certo arrependimento.

 

Deixando de parte esses desvios do mito, o evento mais importante acaba por ser a experiência de vida tida por Tirésias, nomeadamente no ramo sexual. Tendo sido, no âmbito da mitologia, um dos poucos mortais a vivenciar ambos os sexos, este mortal seria certamente o único capaz de concluir a discussão entre Hera e Zeus. Ainda assim, é um pouco difícil atribuir um significado mais real a todo este mito. Numa sociedade em que o homem tinha uma importância maior que a mulher, esta pode ser uma pequena admissão de culpa masculina, em que se tenta dizer que "somos mais importantes, queremos mais o acto sexual, mas vocês é que têm a maior parte do prazer".

 

Não é, de todo, correcto assumir que Tirésias vivenciou ambos os sexos, num sentido da transexualidade moderna, pelo que este é um mito que serve para tentar dar uma lição. Contrariamente aos transexuais modernos, Tirésias não teve qualquer opção relativamente ao que se sucedeu durante a sua vida, limitando-se a viver as oportunidades que lhe foram dadas. Assim, em deterimento de uma referência a uma transexualidade real, este episódio do mito deve ser visto como meramente metafórico, criado de forma a se atingir um fim, de se tirar a lição (não me cabe a mim decidir se correcta, ou não) que, para alguns, as mulheres eram o sexo que mais prazer tinha numa relação sexual.

 

Tendo-se em conta que a transexualidade do mundo moderno não é, de todo, uma mudança de sexo completamente real, como parece ter sido a de Tirésias, a conclusão retirada por esta figura perante Zeus e Hera não é possível de verificar ou debater, em sentido real. Se tal figura tinha razão, ou não, é algo que provavelmente nunca saberemos.

Licença Creative Commons

Autoria e outros dados (tags, etc)


8 comentários

Sem imagem de perfil

De debora costa a 07.04.2011 às 18:01

gostaria de saber qual a acção de tirésias exerce na tragédia REI ÉDIPO.
Sem imagem de perfil

De Caio a 11.11.2012 às 00:09

http://www.artistasgauchos.com.br/jaimepsi/artigos/edipo_tiresias.pdf
Imagem de perfil

De alguém a 16.11.2012 às 00:15

Obrigado! Pessoalmente não gosto de fazer análises "linha por linha" de textos, mas agradeço essa informação, ainda para mais quando eu próprio me tinha esquecido de responder à questão da Débora...
Sem imagem de perfil

De Jan a 19.03.2011 às 08:26

Assim como Tirésias passei em minha vida, também sem opção, pelas duas vertentes do prazer. Posso afirmar que Tirésias estava correcto ao afirmar que a mulher goza 9 das dez partes do prazer. A mulher goza com o corpo inteiro e o homem tem o prazer do alívio.
Sem imagem de perfil

De Gabi a 18.01.2011 às 21:42

Olá MIA, gostei do seu artigo.
Sobre a questão da resposta de Tirésias aos deuses. A fúria de Hera me parece mais pelo fato de ser contrariada por uma visão machista.

Fala-se do sexo entre um homem e uma mulher, logo se a mulher sente mais prazer o homem, o proporciona mais, dessa forma fica caracterizado mais uma evidência do domínio masculino.

Não me parece em nenhum momento uma admissão de culpa e sim mais uma afirmação de força. Tirésias poderia responder que ambos sentiam prazer igualmente, colocando homem e mulher no mesmo patamar, mas não o fez.

Pra mim o que Zeus tentou dizer nessa hora foi claro: a mulher sente mais prazer porque o homem é capaz de proporcionar-lhe mais prazer. Tendo em vista a sociedade naquela época, foi o que acabei concluindo.... O que pensa? Um abraço!!!
Sem imagem de perfil

De MiA a 11.06.2008 às 19:15

Vanessa, é realmente possível que exista uma versão deste mito em que ele possa trocar entre os sexos a seu belo prazer, mas nunca ouvi falar disso. A principal forma de apoiar a existência de uma tal versão tem, essencialmente, a ver com a falta de uma versão principal, que diga "Foi assim". Por exemplo, nos mitos da criação existem três ou quatro versões, e uma delas é considerada a principal, com outros autores a apresentarem desvios. Isso não acontece aqui, e são diversas as versões relativas ao que sucedeu entre Tirésias e as cobras.

Existem, ainda assim, duas figuras míticas que são realmente hermafroditas - Hermafrodito e Andrógino - mas nenhum deles tinha a capacidade que mencionaste. No geral, e caso estejas curiosa, esses dois mitos tratam de figuras que, por uma ou outra razão, passam a ter dois sexos num só corpo. No caso de Hermafrodito, essa característica surge apartir de uma total união física com uma ninfa, enquanto que no caso de Andrógino ele nasce com ambas as naturezas, sendo posteriormente separado em dois.

Quanto a Tirésias, ele surge principalmente em mitos associados à cidade de Tebas, como os episódios dos Sete Contra Tebas, e na Triologia de Édipo, que já foi tratada por cá. Em termos de profecias que ele tenha feito, de cabeça recordo-me dos avisos que lançou a Odisseu, relativos à ilha do gado de Hélio, bem como de diversas profecias ligadas ao conflito mostrado nos "Sete Contra Tebas".
Sem imagem de perfil

De Vanessa Carvalho a 18.06.2008 às 00:11

Afinal, naquela altura, não eram tão preconceituosos quanto pensava. O mais engraçado são as explicações criativas que inventam para explicar algo que não entendem.
Sem imagem de perfil

De Vanessa Carvalho a 11.06.2008 às 16:31

Obrigada por teres respondido ao meu pedido tão prontamente. Vejo que percebi a história por trás do mito erradamente. A ideia que fiquei quando ouvi falar nesta personagem era de que tinha a habilidade de trocar de sexo conforme quisesse, como uma espécie de metamorfose. Vejo que estava errada e que se tratou dum acontecimento pontual.
Quanto à questão respondida por Tirésias, não vale a pena discutir se está certa ou não, porque isso daria assunto para um longo debate e ninguém está em condições de a responder com autoridade. Só faço uma ressalva em relação ao uso do termo "intersexualidade" que usei aquando do meu pedido e que agora vejo que te referes à transsexualidade neste texto, não que isso seja muito importante, mas é só para mostrar que não foi um engano meu. O tal programa de televisão em que mencionaram Tirésias tratava do hermafroditismo e disseram que esse termo já não era usado, pois inclusivamente era considerado ofensivo, e que actualmente preferiam a designação de intersexuais.

Mais uma vez, muito obrigada por atenderes ao meu pedido. Afastando o assunto do campo sexual e, uma vez que dizes que Tirésias ficou mais conhecido como profeta, houve algo que ele tivesse profetizado que mereça especial destaque?

Comentar post



Espaço da autoria de Ovídio Silva (Doutorando em Clássicas), e de um anónimo interessado nestes temas.



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

  Pesquisar no Blog