Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Nesta pequena obra Clemente de Alexandria convida os leitores a abandonarem a sua religião pagã em favor do Cristianismo. Se, no seu geral, o conteúdo é semelhante a de muitas outras obras da mesma época, a principal razão porque refiro por cá esta obra prende-se com o facto do autor divulgar, no capítulo II, muitos dos secretos mistérios da antiga religião.

 

A referida passagem é relativamente fácil de encontrar (pode, por exemplo, ser lida aqui) mas também bem menos impressionante do que se poderia esperar. E porquê? Bem, de um ponto de vista teórico, já se sabe que qualquer leitor ambicionaria encontrar mistérios demasiado impressionantes, mas pense-se de forma análoga nos mesmos elementos das religões modernas - um dos essenciais do Catolicismo é a deglutição de uma hóstia, mas será esse acto assim tão simples, tão redutível a um elemento básico? Como qualquer praticante desssa religião o saberá, por detrás dessa acção existe toda uma simbologia que o completa, e a simples divulgação dos mistérios, infelizmente para nós, muito pouco diz sobre o que realmente se passava na liturgia que os envolvia. Ainda assim, este acaba sempre por ser um recurso interessante para os mais curiosos!

Licença Creative Commons

Autoria e outros dados (tags, etc)


1 comentário

Sem imagem de perfil

De Bruno Rodrigues a 06.04.2012 às 00:27

E até se pode acrescentar que o Cristianismo primitivo, aos olhos das autoridades pagãs, tinha o mesmo carácter mistérico - basta pensar nas implicações do exemplo enunciado (comer o Salvador)...

Comentar post



Espaço da autoria de Ovídio Silva (Doutorando em Clássicas), e de um anónimo interessado nestes temas.



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

  Pesquisar no Blog