Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



O mito de Tício

20.10.12

Filho de Zeus e da princesa Elara. Instigado por Hera, tentou violar uma deusa, e foi morto (tanto a deusa, como a forma da morte, depende da fonte). Após a morte, Tício foi então aprisionado no Tártaro, onde dois abutres comiam constantemente o seu fígado.

 

Este mito, relativamente simples, é aqui mencionado para mostrar dois elementos que considero interessantes: em primeiro lugar, tanto a deusa que sofre a tentativa de violação, como o deus que mata Tício, mudam dependendo da versão, o que nos permite constatar que não existe aqui uma versão canónica, mas sim múltiplas versões com um dado tronco comum. Isto ocorre em relação a muitos outros mitos, mas esse será um bom tema para o futuro. Em segundo lugar, compare-se o castigo deste gigante com o do titã Prometeu, cujo fígado era comido diariamente por um abutre, para ver que este tipo de castigo não era assim tão singular como se poderia pensar.

Autoria e outros dados (tags, etc)



Espaço da autoria de Ovídio Silva (Doutorando em Clássicas), e dois anónimos interessados nestes temas.


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

  Pesquisar no Blog