Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Como em muitos outros livros deste género, nesta obra Tatiano tenta mostrar a superioridade do Cristianismo face ao Paganismo. Aponta algumas inconsistências teológicas na religião dos seus opositores (uma das mais curiosas aqui referidas prende-se com o facto de Hera deixar de ter filhos, sem razão aparente, após um dado ponto no tempo), mas o elemento mais importante desta obra é sem dúvida a dissertação sobre a antiguidade de autores como Moisés face a figuras como Homero, de forma a justificar que a sua religião era mais antiga que a dos opositores. Claro que as provas apresentadas nem sempre são as mais fiáveis (quem ler a obra poderá notar que o próprio autor tem dificuldade em situar no tempo quer a Guerra de Tróia, quer o período de tempo em que Homero viveu), mas servem para apoiar a tarefa a que se propunha.

Autoria e outros dados (tags, etc)



Espaço da autoria de Ovídio Silva (Doutorando em Clássicas), e dois anónimos interessados nestes temas.


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

  Pesquisar no Blog