Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Marco Régulo existiu, isso não está em dúvida. Porém, a ele também surge associada uma fabulosa história, que não podemos ter a certeza se efectivamente tomou lugar.

 

Após a batalha de Tunes, por volta de 255 a.C., este general romano foi capturado. Alguns anos mais tarde, foi enviado a Roma para negociar as condições de restituição de prisioneiros, entre os quais se contava ele próprio. Instou a senado romano a rejeitar todas as condições, não cumprimentou sequer a própria família e, depois, voltou para Cartago, onde acabaria por ser torturado até à morte (pelo menos uma versão menciona que lhe foram cortadas as pálpebras, para que não conseguisse dormir).

 

É uma bela história, esta de Marco Régulo, que mostra a continência de um general romano, que segue o que prometeu até às derradeiras consequências, pagando até a honestidade com a sua própria vida. São diversos os autores que a referem, mas será que realmente teve lugar, e se desenrolou precisamente como nos é dito? Isso já não sabemos, nem podemos vir a saber com uma absoluta certeza, mas supondo que tudo isto é verdade, Marco Régulo mereceria a nossa memória mais do que muitos mártires e santos católicos.

Autoria e outros dados (tags, etc)



Espaço da autoria de Ovídio Silva (Doutorando em Clássicas), e de um anónimo interessado nestes temas.
Licença Creative Commons



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

  Pesquisar no Blog