Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



É famosa a história mitológica de Perseu, na qual este herói defrontou a Medusa e salvou Andrómeda de um monstro marinho, mas há um aspecto muito singular na sua trama mitológica e que passa pela morte da sua figura principal. Contrariamente ao que sucede com muitos outros heróis, o fim da sua vida é pouquíssimo mencionado e tanto quanto foi possível averiguar só existem duas menções a esse evento:

 

Higino, ao listar um conjunto de figuras que mataram parentes, diz que Perseu, filho de Jove e Dánae, foi morto por Megapente, filho de Preto, devido à morte do pai deste. Tratando-se de uma simples entrada numa lista não é dado qualquer detalhe adicional, sendo-nos impossível saber o que se terá passado.

João Malalas conta-nos que um dia Perseu defrontou em combate um idoso Cefeu, pai de Andrómeda. Dada a sua idade esta segunda figura já não conseguia ver, pelo que quando o herói usou a cabeça de Medusa para o transformar em pedra, o famoso artifício, provavelmente pela primeira vez, falhou. Face a uma tão invulgar falha Perseu decidiu verificar o que se passava, olhando então para a famosa cabeça e assim falecendo.

 

Face a estas duas versões tão divergentes devemos ter em conta que a segunda só é mencionada já no século VI d.C., enquanto que a primeira quase nada nos deixa perceber sobre a morte do herói. Se o episódio de Perseu e Medusa era conhecido desde tempos muito antigos, em que já aparecia bem atestado na arte, a literatura durante mais de 500 anos nunca menciona o destino final da figura, sendo provável que o herói se tenha limitado a desaparecer, sem qualquer razão para tal.

Autoria e outros dados (tags, etc)



Espaço da autoria de Ovídio Silva (Doutorando em Clássicas), e de um anónimo interessado nestes temas.
Licença Creative Commons



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

  Pesquisar no Blog