Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Esta obra de Tertuliano, composta por dois livros, pode, igualmente, ter o seu tema dividido em dois. Assim, o primeiro livro pretende refutar várias das visões que havia relativas aos cristãos, nessa altura (recorde-se que o autor escrevia as suas linhas por volta do final do século II), enquanto que o segundo mostra as muitas falhas que, segundo o autor, existiam na religião pagã de então.

 

No contexto deste espaço, é esse segundo livro que tem uma maior importância. Fazendo-se valer de vários testemunhos de Varrão e de outros autores, Tertuliano conta diversos mitos, alguns deles pouco conhecidos, para mostrar as diversas falhas que, na sua opinião, existiam na religião romana. Essa é uma ideia tão importante que, séculos mais tarde, também Santo Agostinho a ela voltará, e no seu tratamento do tema acaba por usar até muitos dos testemunhos que já ocorriam neste texto, como as citações da obra de Varrão, em que esse autor enunciava os (muitos), e obscuros, deuses que presidiam ao nascimento e desenvolvimento das crianças.

 

Esta é, então, uma obra bastante simples, mas que também permite apreender os dois pontos de uma só questão, tanto a crítica aos cristãos, e a forma como eles eram vistos na altura, como também a forma como eles próprios viam os seus opositores, e a religião que estes praticavam, nas múltiplas facetas.

Autoria e outros dados (tags, etc)



Espaço da autoria de Ovídio Silva (Doutorando em Clássicas), e dois anónimos interessados nestes temas.


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

  Pesquisar no Blog