Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



O mito de Palamedes já aqui foi falado há algum tempo. Nessa altura foi referido que o herói se viu "acusado de (falsa) traição"; é dessa acusação precisa que Górgias se defende neste texto, apontando alguns argumentos que o filho de Náuplio poderia ter usado em seu favor. As provas que utiliza são bastante razoáveis, de um ponto de vista retórico certamente que poderiam ter convencido os líderes dos gregos a absolvê-lo de quaisquer culpas, mas devemos ter em conta que, como sabemos através do respectivo mito, os seus opositores não eram imparciais, algo que certamente contribuiu para o desfecho do episódio.

 

Contudo, este é um texto simples e fácil de ler, apesar de só poder ser totalmente compreendido por aqueles que conheçam bem as acusações de que Palamedes foi alvo, visto que Górgias só se refere a elas de uma forma subetendida e, evidentemente, para delas se defender.

Autoria e outros dados (tags, etc)



Espaço da autoria de Ovídio Silva (Doutorando em Clássicas), e dois anónimos interessados nestes temas.


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

  Pesquisar no Blog