Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Entre os poucos trabalhos que nos chegaram da autoria de Mosco conta-se "Europa", um pequeno poema sobre o rapto da famosa princesa. De uma forma muito básica pode ser dividido em três momentos - um sonho profético que surge a Europa; esta e duas amigas colhem flores num campo, encontrando um dócil touro; a princesa monta-o, começando este a dirigir-se por mar para um local que posteriormente vimos a saber tratar-se de Creta.

Se este poema nem é muito complexo (é possível lê-lo em menos de 5 minutos, estando uma tradução inglesa disponível aqui), cada um dos seus momentos é detalhado com alguma profundidade, dando algum charme inesperado a toda a composição.

Autoria e outros dados (tags, etc)



Espaço da autoria de Ovídio Silva (Doutorando em Clássicas), e de um anónimo interessado nestes temas.
Licença Creative Commons



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

  Pesquisar no Blog