Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Décimo trabalho de Hércules, seguindo a contagem de Pseudo-Apolodoro. E neste ponto devemos relembrar que se inicialmente teriam sido propostas ao herói 10 diferentes tarefas, este número foi sendo aumentado para 12 devido a duas que Euristeu se recusou a considerar na sua própria contagem; falo, como já foi indicado antes, das relativas à Hidra (na qual o herói teve ajuda de Iolau) e aos estábulos de Áugias (que o herói completou também devido a uma promessa de compensação monetária). Faltam, então, neste ponto da trama ainda três tarefas adicionais.

O principal objectivo desta aventura era capturar o gado de Gerião, trazendo-o a Micenas e Euristeu. Porém, dada a sua extensão (é, creio eu, o mais complexo de todos os trabalhos deste herói), parece-me justo dividir a aventura em três sequências.

 

Na primeira parte do mito Hércules precisa de viajar até ao local onde vivia Gerião, que muitos autores diziam tratar-se de Gadeira (actual Cádiz, em Espanha). Fez parte da viagem a pé mas mais cedo ou mais tarde sentiu tanto calor que acabou por ameaçar Hélio, o sol, com as suas flechas.

Hércules e Hélio

Hélio pode então aqui ser visto com duas flechas cravadas no seu escudo, enquanto conduzia o seu carro alado. É na sequência desta invulgar acção que o herói recebe algum apoio do mesmo deus, que depois lhe empresta uma enorme taça de ouro com a qual se torna capaz de cruzar as águas do oceano.

 

Chegando depois ao local onde residia Gerião, Hércules combateu contra o cão (ou cães) e o pastor de Gerião, antes de defrontar essa figura, uma das mais singulares de toda a mitologia grega, em relação à qual é dito que tinha "três corpos". Seria difícil de definir, essa sua figura, se não fosse o facto de ser muitas vezes representado em combate nessa sua invulgar junção.

Hércules contra Gerião

Com o derrotado cão em pano de fundo (note-se uma flecha no seu ventre), o filho de Zeus pode aqui ser visto em pleno combate com Gerião, sendo essa figura representada como se de três diferentes homens num só corpo se tratassem. Muito mais se poderia escrever sobre esta imagem específica mas os elementos essenciais já aqui estão cobertos.

 

Após este episódio é claro que o herói capturou o gado de Gerião, levando esses touros de volta para Micenas por terra. São muitas as aventuras que também então tomaram lugar, devendo ser feita uma referência ao facto de diversos mitos etiológicos derivarem da pessagem do herói por diversas regiões, incluíndo algumas invulgares inovações gnósticas que só ocorrem já nos primeiros séculos da nossa era.

Autoria e outros dados (tags, etc)



Espaço da autoria de Ovídio Silva (Doutorando em Clássicas), e dois anónimos interessados nestes temas.


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

  Pesquisar no Blog