Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Para Pseudo-Apolodoro o sexto trabalho do herói. Ele tinha aqui de defrontar os pássaros do Lago Estínfalo, com alguns autores a dizer que essas criaturas eram carnívoras. No entanto, mediante as fontes o objectivo final deste trabalho parece diferir, existindo grandes duas versões; na primeira delas é-nos apenas dito o que o herói tinha de afastar esses pássaros do local, enquanto que na segunda também tinha de os destruir. Em ambos os casos o herói afasta-os com recurso a um qualquer tipo de instrumento musical, mas quando também tem de os matar fá-lo com as suas flechas ou com os projécteis lançados por uma espécie de fisga.

Hércules e os pássaros do Lago Estínfalo

 Esta imagem do episódio permite-nos ver que não parece ter existido uma forma totalmente concreta para estas aves. Sabemos, evidentemente, que voavam, mas se aqui se assemelham a cisnes e patos, também podem parecer pinguins ou pombos, como visto abaixo.

Hércules e os pássaros do Lago Estínfalo

 

Hércules e os pássaros do Lago Estínfalo

Seja qual tivesse sido a sua forma original, essa também é uma característica secundária do mito, com estes mosaicos a nos mostrarem a fama do episódio para uma audiência romana, numa versão em que, como é facílimo notar, Hércules tinha mesmo de matar os alados opositores e não somente afastá-los do local em que viviam.

Autoria e outros dados (tags, etc)



Espaço da autoria de Ovídio Silva (Doutorando em Clássicas), e dois anónimos interessados nestes temas.


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

  Pesquisar no Blog