Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Os dois gémeos colocados no zodíaco poderiam tratar-se de diversas figuras, todas elas caracterizadas por uma relação de alguma importância entre duas figuras masculinas, nem sempre unidas por laços de sangue. Contudo, na versão mais famosa da história eles tratam-se mesmo de dois irmãos, Castor e Pólux (ou Polideuces).

 

Seria dificil recontar todas as suas aventuras em algumas poucas linhas, pelo que para o contexto da sua colocação entre as estrelas bastará recordar a parte final do mito que os une. Segundo a versão mais famosa, um dos irmãos era mortal e o outro imortal; quando um deles faleceu, o outro (quase sempre Pólux) pediu que o seu dom fosse partilhado com o falecido. Assim, desfrutavam da companhia dos deuses em dias alternados, mas a terna amizade desta partilha levou a que também fossem imortalizados nos céus.

Autoria e outros dados (tags, etc)



Espaço da autoria de Ovídio Silva (Doutorando em Clássicas), e dois anónimos interessados nestes temas.


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

  Pesquisar no Blog