Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Tal como aconteceu no caso da Virgem e da Balança, também a história do escorpião poderia ser difícil de explicar sem que se recorra a uma constelação desta próxima nos céus, Oríon.

 

Fale-se então do mito do prodigioso caçador Oríon, que parecia amar a virgem deusa Ártemis. Por uma razão que diverge entre as diversas versões do mito, um qualquer deus enviou um escorpião para o matar, acabando o venenoso animal por lhe causar essa morte, seja de uma forma directa (evidentemente, a sua picada) ou mais indirecta (uma seta disparada por um qualquer deus). Depois, ambas as figuras foram colocadas nos céus, com a perpétua perseguição a ser representada cada noite entre as estrelas, dando o animal que levou à morte de Oríon o seu nome a este signo do zodíaco.

Autoria e outros dados (tags, etc)



Espaço da autoria de Ovídio Silva (Doutorando em Clássicas), e de um anónimo interessado nestes temas.
Licença Creative Commons



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

  Pesquisar no Blog