Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Aqui fica a menção a algumas orações de Dion Crisóstomos que, apesar de não terem conteúdo mitológico particularmente forte, merecem ser mencionadas por cá: - A sétima oração começa com uma história onde se pode se pode ver como era a vida das classes mais baixas num dado período da Antiguidade. - Na 18ª oração, o autor menciona os autores que, na sua opinião, um orador deveria estudar: as comédias de Menadro, as tragédias de Eurípides, os textos homéricos, Heródoto, Tucídides, Demóstenes, Licurgo, "os autores socráticos", entre vários outros. - A 35ª oração descreve, em segundo plano, algumas das coisas miraculosas que existiriam na Índia. - A 36ª oração conta um mito dos Persas relativo ao movimento das esferas celestes e à criação do universo. - A 52ª oração faz uma comparação entre três peças (as de Ésquilo, Sófocles e Eurípides) sobre um mesmo tema, o arco de Filoctetes, o que é de especial importância já que nem todas elas sobreviveram. - A oração 58 tem um pequeno diálogo, mas bastante curioso, entre Aquiles e Quíron. - A 59ª oração tem um diálogo entre Odisseu e Filoctetes, semelhante ao das peças conhecidas. - 60ª oração, um pequeno diálogo sobre o episódio de Nesso e Dejanira, do mito de Héracles. Além destas, várias outras orações têm conteúdo mitológico de alguma importância, mas essas ficam para quem também as quiser ir ler...

Autoria e outros dados (tags, etc)



Espaço da autoria de Ovídio Silva (Doutorando em Clássicas), e de um anónimo interessado nestes temas.
Licença Creative Commons



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

  Pesquisar no Blog