Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Licáon, também conhecido como Licaão ou Licaonte, foi o primeiro rei da Arcádia (no Peleponeso). O mais famoso de todos os seus mitos conta-nos como esta figura, numa altura em que os deuses e os seres humanos ainda coexistiam num mesmo plano, matou o próprio filho e serviu-o num banquete a Zeus, tentando testar os poderes deste deus. Como é natural, a figura divina rapidamente se apercebeu do que se passava, transformando o rei num lobo e trazendo de volta à vida o falecido.

 

Se a identidade do jovem até varia entre versões do mito, existe quase sempre uma relação directa entre o rei e o sacrificado, sendo até possível que a história tenha um fundo de verdade, preservando vestígios de um tempo em que os seres humanos ainda eram sacrificados aos deuses (ver, por exemplo, isto).

 

Outro aspecto curioso deste mito é o facto de se dizer que este monarca tinha 50 filhos - a Biblioteca de Apolodoro lista os seus nomes, mas não reconta as aventuras de cada um deles, sendo possível que tenham estado mais associados a mitos etiológicos.

Autoria e outros dados (tags, etc)



Espaço da autoria de Ovídio Silva (Doutorando em Clássicas), e de um anónimo interessado nestes temas.
Licença Creative Commons



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

  Pesquisar no Blog