Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Que Ovídio foi um dos maiores poetas latinos, poucos discordariam. Porém, por uma qualquer carmen et errore, acabou por ser expulso de Roma, e foi viver para Tomis, uma cidade portuária na actual Roménia. Presume-se que tenha sido aí que morreu, e creio que nenhum autor da sua época contradiz essa ideia.

 

Estas linhas nem estariam a ser escritas se toda a história tivesse ficado por aí, mas... vários séculos mais tarde, em plena Idade Média, começaram a surgir outras opiniões. Uma das mais curiosas é que, um dia, Ovídio foi perdoado, e no seu regresso a Roma acabou por ser recebido por uma multidão tão grande que morreu, fruto de algum tipo de atropelamento. Outra história diz que Ovídio, ainda em Tomis, se arrependeu dos seus erros e se converteu ao Cristianismo, sendo, eventualmente, venerado como "São Naso" (que, para quem estiver curioso, hoje se resume a um mero nome, não fazendo parte dos santos da religião católica).

 

Nenhuma das duas histórias parece ter algum fundamento real, até porque não parecem ocorrer em qualquer fonte literária durante quase um milénio, mas conhecendo a bela poesia deste autor, quem não lhe desejaria um final bem melhor do que aquele que parece ter tido?!

Autoria e outros dados (tags, etc)



Espaço da autoria de Ovídio Silva (Doutorando em Clássicas), e de um anónimo interessado nestes temas.
Licença Creative Commons



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

  Pesquisar no Blog