Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



No Livro do Êxodo, 34:29 (tradução "João Ferreira de Almeida Atualizada"), é dito o seguinte:

Quando Moisés desceu do monte Sinai, trazendo nas mãos as duas tábuas do testemunho, sim, quando desceu do monte, Moisés não sabia que a pele do seu rosto resplandecia, por haver Deus falado com ele.

 

Nada de particularmente invulgar teria esta passagem, não fosse o facto de diversas traduções dizerem que a face de Moisés passou a ter cornos após este incidente, expressão que tende a sobrepor aquela que aqui foi apresentada em negrito. Poderia, diriam certamente alguns, ser só mais um erro de tradução, como tantos outros na Bíblia, não fosse o facto de Miguel Ângelo assim o ter representado numa estátua ainda hoje presente no Vaticano.

Moisés com cornos

Este erro parece ter surgido da tradução do Antigo Testamento feita por São Jerónimo, na qual uma só palavra - como tantas outras nessa sua edição! - foi mal transposta do hebraico para o latim, tornando uma face "iluminada" numa "com cornos". Cuidado com as traduções!

Licença Creative Commons

Autoria e outros dados (tags, etc)



Espaço da autoria de Ovídio Silva (Doutorando em Clássicas), e de um anónimo interessado nestes temas.



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

  Pesquisar no Blog