Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Esta expressão, mais comum em Inglês do que em Português, parece advir da tragédia esquiliana Agamémnon, num momento em que Clitemnestra, ao justificar ao coro o porquê dos seus actos, diz algo semelhante a "Acto por acto, ferida por ferida (...) trabalhaste com a espada e pela espada morres". Por isso, trata-se de uma expressão que nos remete à ideia de que quem faz uma dada acção tem, muitas vezes, um retorno semelhante.

Autoria e outros dados (tags, etc)



Espaço da autoria de Ovídio Silva (Doutorando em Clássicas), e de um anónimo interessado nestes temas.
Licença Creative Commons



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

  Pesquisar no Blog