Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



"Quimera"

22.12.17

Nos seus Adágios Erasmo dizia que "Quimera" era um epiteto que se poderia dar a um homem que é inconstante, instável, imprevisível. A mesma expressão também podia ser usada - como hoje - relativamente a obras literárias de conteúdo incoerente (i.e. um "texto quimérico"), mas quem era, final de contas, a figura mitológica por detrás deste conceito?

 

Dizem-nos diversos autores que a quimera era um monstro mitológico composto por partes de diversos animais, frequentemente (e como pode ser visto na imagem acima) um leão, uma cabra e uma serpente. Era também filha dos monstruosos Tífon e Equidna, mas o mito mais famoso que temos em relação a ela passa pelo seu combate com o herói Belerofonte, que acabour por a destruir com o auxílio de Pégaso (ver aqui). Os contornos dessa batalha nem sempre estão bem fixos, mas o seu final é conhecido - este monstro foi, como já referimos, destruído pelo herói.

Autoria e outros dados (tags, etc)



Espaço da autoria de Ovídio Silva (Doutorando em Clássicas), e de um anónimo interessado nestes temas.
Licença Creative Commons



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

  Pesquisar no Blog