Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Esta pode ser vista como uma frase um pouco problemática, na medida em que ainda é usada nos nossos dias mas não podemos ter, com maiores certezas, que efectivamente esse seu uso ainda venha da Antiguidade. A ideia provém da Antígona de Sófocles, em que a Creonte o próprio filho diz algo como "Se não fosses meu pai, dir-te-ia insensato". É, nesse sentido, uma espécie de admissão de que existem um conjunto de coisas que não devem ser ditas aos nossos pais, independentemente das acções e decisões que tomem.

Autoria e outros dados (tags, etc)



Espaço da autoria de Ovídio Silva (Doutorando em Clássicas), e de um anónimo interessado nestes temas.
Licença Creative Commons



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

  Pesquisar no Blog