Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Datada do século que precedia a era cristã, estas Sentenças de Públilio (ou Públio) Siro apresentam mais de um milhar de pequenas frases de sabedoria, hoje tão intemporais como quando foram sendo postas por escrito. Aqui ficam algumas das que nos pareceram mais interessantes, com alguma ênfase naquelas que se referem aos deuses e eventos mitológicos:

 

1- Como homens, todos somos iguais na presença da morte.

12- Um pequeno empréstimo faz um devedor; um grande, um inimigo.

25- Um deus dificilmente pode amar e ser sábio.

49- Um homem sábio controla as suas paixões, um louco obedece-lhes.

101- [A deusa] Vénus cede às carícias, não à coação.

155- Dificilmente pode um deus perturbar um homem realmente feliz.

190- Os deuses devem rir-se quando um homem próspero reza [por mais].

213- Quanto menos um mortal deseja, de menos precisa.

239- O ganho de dinheiro foi o que primeiro sugeriu aos homens fazer da Fortuna uma deusa.

280- A Fortuna é como vidro; quanto mais brilha, mais facilmente parte.

321- Os homens fizeram da Fortuna uma deusa para que o infortúnio pudesse ser certo.

357- Um galo tem muita influência no seu monte de esterco.

410- Os deuses dão ao homem um bem para compensar dois males.

425- Quando um leão está morto até cachorros conseguem mordê-lo.

466- A mulher é superior ao homem na astúcia.

491- Quanto menos a Fortuna deu, menos ela pode tirar.

548- Sê o primeiro a rir dos teus próprios erros e ninguém se irá rir de ti.

571- Apenas o ignorante despreza a educação.

617- Uma consciência pesada nunca se sente segura.

650- Poucos apreciam o que Deus dá a todos.

656- Só o dinheiro faz todo o mundo girar.

678- Deus costuma encontrar uma forma de dois iguais se conhecerem.

715- Deus olha para as mãos limpas, não para as cheias.

784- O que é praticar a benevolência? É imitar a Divindade.

854- É correcto magoar um homem para salvar a sua vida.

864- É melhor aprender tarde do que nunca.

1015- O raio é forjado quando raiva e poder se encontram.

1024- Aquele que naufraga uma segunda vez faz mal em acusar Neptuno.

1076- Se ganhares novos amigos não te esqueças dos antigos.

1087- A vida de um homem é curta, e portanto uma morte com honra é a sua imortalidade.

Autoria e outros dados (tags, etc)



Espaço da autoria de Ovídio Silva (Doutorando em Clássicas), e de um anónimo interessado nestes temas.
Licença Creative Commons



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

  Pesquisar no Blog