Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Apesar de estar em inglês (e não ter legendas), esta pequena introdução e história de Niall de Burca dá muito que pensar, num mundo em que as pessoas parecem ter cada vez mais o seu caminho perdido. Fica esse convite, à reflexão, com histórias que, apesar de não serem gregas ou latinas, são igualmente importantes.

Autoria e outros dados (tags, etc)

A pizza, enquanto prato culinário, tem uma longa e complexa história, mas a sua referência por aqui deve-se a um elemento muito pouco conhecido. Na Eneida, a rainha das harpias diz ao herói que os troianos não conseguiriam obter a paz até ao momento em que, devido à fome, comessem as suas próprias mesas. Quando isso toma lugar, as metafóricas mesas são reveladas como pedaços de pão redondo em que estavam colocados vegetais, uma espécie de pizzas sem queijo. Fica, portanto, essa curiosa referência a umas "pizzas" feitas séculos antes das nossas existirem.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Cuidado, isto é só para maiores de 18 anos!

 

Neste link, em Inglês, podem ser encontrados alguns exemplos curiosos de arte de cariz dos tempos passados. É um artigo essencialmente na brincadeira, mas também é possível aprender um pouco com ele!

Autoria e outros dados (tags, etc)

Por muitos séculos que já tenham passado desde o tempo de vida de Píndaro, muitas das suas ideias ainda se mantêm nos nossos dias. Aqui fica um pequeno exemplo, que bem nos demonstra a eterna efemeridade da vida:

 

Efémeros! O que é alguém? O que não é alguém? Sonho de uma sombra:
O homem. Mas quando o brilho do dote divino vem,
A luz radiante sobrepaira nos homens e a vida se torna doce como mel.

Fonte

Autoria e outros dados (tags, etc)

Há pouco mais de um ano foi cá recontada a história de oito dos meses do ano (ver aqui). Nessa altura foi apenas dito que os meses de Setembro a Dezembro "obtiverem os seus nomes das suas posições no [antigo] calendário, respectivamente, desde o sétimo até ao décimo". A ligação é evidente e ainda hoje notável, mas poderia pôr-se também uma questão adicional - porque não foram os seus nomes alguma vez alterados?

 

A realidade é que até existiu essa tentativa, provavelmente algumas décadas após as alterações anteriores, mas, por uma ou outra razão nunca alguma alteração acabou por tomar lugar. Relativamente a Setembro e Outubro a História Augusta diz-nos que se estiveram para vir a chamar "Antonino e Faustino"; numa sequência mais tardia é revelado que se pensou alterar os nomes (de Agosto a Setembro) recorrendo aos títulos do Imperador Cómodo. Nenhuma das duas opções acabou por ser tomada, como é óbvio, sendo provável que, alguns séculos mais tarde e por mera habituação, os nomes desses quatro meses se tenham estabilizado somente pelo uso popular, sendo parcialmente esquecido que a sua designação original provinha da sua posição

Autoria e outros dados (tags, etc)


Espaço da autoria de Ovídio Silva (Doutorando em Clássicas), e de um anónimo interessado nestes temas.
Licença Creative Commons



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

  Pesquisar no Blog