Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Sócrates, imortalizado nas linhas de Platão, é uma figura muitíssimo bem conhecida na Filosofia, mas, ao longo de toda a literatura da Antiguidade, existem momentos em que outras faces da mesma figura são reveladas. Estrabão, ao referir a Batalha de Délio, coloca então Sócrates do lado dos vencidos, e diz que este, após ter perdido o cavalo, encontrou Xenofonte caído, e transportou-o às costas para fora de combate. Muitos outros autores referem a presença do (futuro) filósofo nessa batalha, mas são momentos como estes que nos permitem constatar que existe um outro Sócrates antes do filósofo.

 

Alguns autores mencionam, por exemplo, que esta figura trabalhou na estatuária, tendo criado umas estátuas das Graças que estavam na Acrópole de Atenas, mas nem todas essas afirmações são igualmente credíveis. Se a presença da figura na batalha aqui referida até aparece bem atestada, outros elementos (como o das estátuas) nem sempre têm o mesmo valor, devendo ser vistos, muitas vezes, com alguma prudência.

Autoria e outros dados (tags, etc)



Espaço da autoria de Ovídio Silva (Doutorando em Clássicas), e dois anónimos interessados nestes temas.


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

  Pesquisar no Blog