Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Museu do Teatro Romano

Fará, no próximo dia 1 de Outubro, um ano desde que o Museu do Teatro Romano (de Lisboa) reabriu. Como tal, irão existir algumas actividades no espaço durante esse dia, como pode ser visto na imagem acima. Mais informação neste link.

Licença Creative Commons

Autoria e outros dados (tags, etc)

Jogo "Apotheon"

27.09.16

 Este parece ser um jogo interessante, cujo principal atractivo é mesmo o "look", com gráficos que se assemelham a vasos de cerâmica de figuras negras. Sabe-se que tem algumas figuras mitológicas no seu conteúdo, com o vídeo acima a mostrar pelo menos um Ciclope, mas talvez valha a pena ser jogado, mais que tudo, pela sua imagética invulgar.

Licença Creative Commons

Autoria e outros dados (tags, etc)

Secções:

Para todos aqueles que estão em Portugal aqui ficam algumas actividades recomendadas para as próximas Jornadas Europeias do Património, nos dias 23 a 25 de Setembro:

 

- Amadora (Falagueira) - dia 24, ás 17h - visita ao sítio romano do Moinho do Castelinho. Inscrição pelo 214 369 090.

 

- Barrancos - dia 24, 9-17h - reprodução e transcrição de pergaminhos da história de Noudar, no Museu de Arqueologia e Etnografia de Barrancos.

 

- Braga - dias 23-25, 10-17h - visita ao mosaico romano do museu, no Museu de Arqueologia D. Diogo de Sousa.

 

- Coimbra - dia 25 - entrada livre e gratuita no Museu Nacional Machado e Castro. Também, durante os três dias o museu terá diversas actividades.

 

- Condeixa-a-nova - dia 25 - entrada gratuita no Museu Monográfico de Conímbriga.

 

- Faro (Estói) - dia 25, 15-18h - actividades relacionadas com a exploração de técnicas de utilização e conhecimento dos recursos naturais locais da época romana, e "campus ludi" para os mais pequenos. Nas Ruínas Romanas de Milreu.

 

- Lisboa - dias 23-25, 10-23h - visitas guiadas ao Núcleo Arqueológico da Rua do Correeiros.

 

- Lisboa- dia 25 - entradas gratuitas no Museu Nacional de Arqueologia e no Museu Nacional de Arte Antiga.

 

- Marvão (S. Salvador de Aramenha) - dia 23, 10-12h e 14-16h - visitas ao museu e ruínas da Cidade Romana de Ammaia. Inscrição pelo 245 919 089. No mesmo local no dia 24 existirão diversas outras actividades.

 

Poderão existir outras actividades que nos tenham escapado. Se souberem de algumas, por favor deixem-nas nos comentários.

Licença Creative Commons

Autoria e outros dados (tags, etc)

Este vídeo, apesar de interessante para aqueles que percebam menos sobre os deuses romanos, também nos leva a um grande problema com as divindades desse povo. De uma forma geral, as pessoas pensam neles como meras transposições dos deuses gregos, aos quais foram feitas uma ou outra alteração, mas... a religião romana era muito mais que isso! Marco Varrão, por exemplo, dizia que os romanos tinham mais de mil deuses, "do nascimento até à cova", e somente para o primeiro acto da vida humana, o de nascer, colocava no mesmo quarto com a mãe um conjunto de divinidades, cada qual com a sua função muito particular.

Então, porque pouco se fala sobre estes outros deuses, remetendo as referências à religião romana para - como o vídeo nos mostra - um conjunto muito limitado de figuras análogas às gregas? Infelizmente, isso tem lugar porque muitas das divindades puramente romanas - por exemplo, o deus do primeiro vagido da criança, ou o deus dos primeiros passos desta - são, para nós, meros nomes. Não lhes conhecemos quaisquer mitos, tornando-os de pouco interesse mesmo para os poucos leitores que com eles ainda se cruzem.

Fica então o aviso - se os deuses romanos também tinham algumas características derivadas dos gregos, não são exclusivamente deuses gregos com novos novos. São-lhes também dadas novas características e novas funções, além de pertencerem a um panteão muito mais alargado, em relação ao qual hoje pouco sabemos de uma forma completa.

 

Licença Creative Commons

Autoria e outros dados (tags, etc)

O décimo livro desta obra de Tzetzes está agora disponível aqui. Nesta milena de linhas contam-se, por exemplo, várias histórias de Platão antes de este se ter dedicado à filosofia.

Licença Creative Commons

Autoria e outros dados (tags, etc)

Um esqueleto descoberto entre cinzas de animais sacrificados no Monte Lykaion, na Grécia, no santuário descrito como o local do nascimento de Zeus, está a intrigar os cientistas e pode ser a prova que faltava para comprovar os sacrifícios humanos ao deus grego.

(...)

 

O resto da notícia pode ser lida aqui. O que dizer sobre ela? É verdade que existem nos mitos gregos diversas menções ao sacrifício de humanos - na tragédia Ifigénia na Táurida, para dar um exemplo bastante conhecido, Orestes e Pílades quase são sacrificados à divindade local - mas é quase sempre no contexto de uma abolição dessas mesmas tradições, então já vistas como tão bárbaras quanto horrendas. Se até nos parece provável que tais rituais tenham tomado lugar na Grécia, só poderão ter ocorrido em tempos mais remotos; nos poemas de Homero ainda existiam, aqui e ali, referências a sacrifícios humanos - pense-se nos casos de Ifigénia e Políxena - mas sempre como uma conotação negativa e com os deuses a castigarem frequentemente quem ainda os realizava. Tanto Agamémnon como Neoptólemo, figuras ligadas a essas duas mortes, acabam por ser punidos, como o são várias outras figuras que sacrificaram humanos (Tântalo, o Licáon mencionado no artigo, etc).

 

Somos então levados à ideia crucial de que esses sacrifícios humanos só poderão ter sido vistos como aceitáveis numa idade muito anterior à de Homero. Isto justifica as vagas alusões que lhes são feitas nos séculos mais próximos da nossa era - sabia-se que tinham sido realizados, sim, mas em épocas remotas, já difíceis de datar para os poucos autores que sobre eles ainda nos escreveram, e que dificilmente os terão testemunhado na primeira pessoa.

Licença Creative Commons

Autoria e outros dados (tags, etc)

Aqui fica uma imagem interessante, que bem explica as relações entre alguns dos antigos deuses do Egipto.

 

Genealogia dos deuses egípcios

Licença Creative Commons

Autoria e outros dados (tags, etc)

Secções:

Pág. 1/2




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

  Pesquisar no Blog