Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



A figura de Argos - que não deve ser confundida com um outro Argos, o cão de Ulisses - é famosa de um episódio em que a deusa Hera o colocou a guardar Io, uma princesa grega que tinha sido amada por Zeus, mas que agora estava transformada em vaca. Tratar-se-ia do guarda perfeito, já que todo o seu corpo tinha incontáveis olhos, pelo menos um dos quais estava constantemente aberto e atento. Hermes, a mando do pai dos deuses, posteriormente faria a criatura adormecer (a forma como o fez varia mediante as diversas versões do mito), matando-o em seguida e salvando Io.

Este monstro, como um anterior, também provém da série Zyuranger. Aqui chamado "[Dora]Argos", estava totalmente coberto de olhos, um dos quais estava sempre acordado (ter em atenção o olho amarelo, na imagem acima). Se o resto do episódio pouco nos diz em relação ao mito original, é curiosa esta representação da figura, até infrequente na cultura ocidental; a maior parte das vezes Argos é mostrado somente como um pastor, apesar de existirem excepções, como a mostrada abaixo, em que o seu corpo pode ser visto com vários olhos fechados no momento em que Mercúrio se preparava para o degolar:

Para quem não o saiba ainda, ao término do mito é feita também uma breve alusão na imagem acima - no canto superior esquerdo pode ser vista Hera e um pavão. Diz-nos a mesma história que após a morte de Argos, a deusa decidiu transformá-lo nesse animal, preservando os seus miraculosos olhos nas belas penas do animal.

Licença Creative Commons

Autoria e outros dados (tags, etc)



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

  Pesquisar no Blog