Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Como já dito quando escrevemos sobre o "Diálogo sobre os Dois Principais Sistemas do Mundo", de Galileu Galilei, existem bastantes livros sobre os quais já ouvimos falar bastante, mas que também raramente lemos. Entre eles conta-se Alice no País das Maravilhas, de Lewis Carroll.

Alice a tomar chá

O que dizer deste texto? Se a sua relação com os mitos da Antiguidade é bastante ténue (por exemplo, uma das personagens é um Grifo, existe um momento em Alice recorda o livro de Latim do irmão, e o facto dos animais falarem até nos poderá levar a pensar nas fábulas atribuídas a Esopo), devemos admitir que é um livro delicioso para as crianças, em muitos momentos até escrito de uma forma que recorda o próprio pensamento dos petizes. Está tão repleto de loucuras como de momentos, uns mais conhecidos que outros, que não podem deixar de nos fazer rir. E, num tempo tão (infelizmente) pautado por smartphones e computadores, porque não ler este livro para, ou com, alguém mais novo? Fica esse convite!

 

A sua sequela, bem como uma edição criada a pensar em crianças mais novas, também têm algum interesse, mas não ultrapassam o charme desta aventura original.

O Gato de Cheshire

E, para terminar, uma curiosidade - conhecem o Gato de Cheshire, que desaparece e aparece quase totalmente? Segundo alguns, a sua loucura poderá dever-se ao facto de quando ele desaparece, cessar totalmente de existir. As implicações filosóficas dessa informação dariam, por si só, para enloquecer qualquer um...

Licença Creative Commons

Autoria e outros dados (tags, etc)



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

  Pesquisar no Blog