Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Mitologia em Português

Espaço da autoria de Ovídio Silva (Doutorando em Clássicas), e de um anónimo interessado nestes temas. Juntem-se a nós numa imprevisível viagem por mitos, lendas, livros antigos e muitas outras curiosidades.

Mitologia em Português

Espaço da autoria de Ovídio Silva (Doutorando em Clássicas), e de um anónimo interessado nestes temas. Juntem-se a nós numa imprevisível viagem por mitos, lendas, livros antigos e muitas outras curiosidades.

A história de Lilith

25.01.17

Aqui está uma história pouco conhecida mas nem por isso menos interessante. Quem ler bem o Antigo Testamento acabará por notar um pequeno problema na trama do Génesis - Adão e uma sua companheira foram criados ao mesmo tempo (1:27), mas depois Eva é criada da costela de Adão (2:22). De um ponto de vista académico isto pode ser facilmente justificado tendo em conta as múltiplas fontes usadas para a criação desse livro, mas recorrendo somente à própria trama este problema seria difícil de explicar.

 

É nesse contexto que é introduzida a figura de Lilith, que não aparece no Antigo Testamento, mas sim num texto satírico medieval chamado Alfabeto de Ben-Sira. Quem é ela? A primeira mulher de Adão, que se recusava a ficar subjugada ao marido, considerando-os a ambos como iguais. Fugiu dele, mas foi apanhada por anjos e mesmo assim recusou-se a voltar. Tornou-se então uma figura que passou a ter poder sobre todas as crianças recém-nascidas, matando-as, num total de 100 por dia, excepto se estas fossem protegidas por amuletos com figuras (ou nomes) dos anjos que a tentaram capturar.

 

Parece ser esta uma figura muito apreciada em contextos da cultura gótica moderna, talvez pela sua recusa em aceitar a superioridade do marido, mas há que ter muito bem em conta que o Alfabeto de Ben-Sira é, mais que tudo, um texto de conteúdo satírico, que não era levado a sério por absolutamente ninguém. Considerá-lo como mais que isso é ver interesses particulares onde originalmente não os havia. A origem de Lilith é somente uma história fictícia medieval, e se até existem outras referências, muito anteriores, a outras figuras do mesmo nome, nunca existe qualquer identificação directa de um demónio (real?) com esta suposta primeira esposa de Adão.