Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Mitologia em Português

O tema de hoje, a lenda da Batalha de Ourique, foi-nos suscitado por alguém que há algumas semanas veio cá procurar por "lendas antigas da época dos portugueses". Não é totalmente claro o que essa pessoa pretendia encontrar, mas dado esse estranho mote achámos que poderíamos contar uma das mais antigas histórias de Portugal, esta mesma lenda da Batalha de Ourique.

A lenda da Batalha de Ourique

Conta-nos esta lenda que a 25 de Julho de 1139 Afonso Henriques se encontrou em combate contra os exércitos de cinco reis mouros. As hostes inimigas pareciam-lhe infindáveis. Em desespero, retirou-se para um local fechado, um simples espaço em que pudesse descansar. Minutos depois surgiu-lhe um misterioso idoso que o convidou a sair para o exterior e olhar o céu. Quando o fez, Afonso Henriques viu Cristo Crucificado entre inúmeras hostes de anjos, e este prometeu-lhe que venceria a dura batalha do dia seguinte, como veio a acontecer, com palavras como as seguintes [preservadas pelo Padre António Vieira]:

Eu sou o fundador e destruidor dos reinos e dos impérios, e quero em ti, e nos teus descendentes, fundar um império para mim, pelo qual o meu nome seja levado às nações estrangeiras.
(...)
Vencereis, vencereis, e não sereis vencido. Sois amado de Deus, porque pôs sobre vós e sobre vossa descendência os olhos de sua misericórdia até à décima-sexta geração, na qual se atenuará a mesma descendência, mas nela atenuada tornará a pôr seus olhos.

Em gesto de agradecimento, depois o rei colocou cinco quinas na sua bandeira, em homenagem aos cinco grandes reis mouros então derrotados na grande batalha de Ourique.

 

Quem seria o misterioso idoso, que apareceu a Afonso Henriques na Batalha de Ourique? Porque insistiu para que o milagre fosse exibido no exterior? Não sabemos a resposta à segunda pergunta, mas em relação à primeira a identidade da figura parece variar mediante as versões, podendo tratar-se de um qualquer santo ou até do próprio Jesus Cristo.

 

Agora, esta até podia ser a grande lenda da fundação de Portugal, que permitiria ver a independência como um desejo divino e Afonso Henriques como o grande timoneiro dos destinos de Portugal, mas... estragando um pouco a proverbial festa, é também uma lenda que só aparece em fontes escritas já no século XV, ou seja, mais de 300 anos após o suposto evento. É pouco provável que tenha um fundo de verdade, mas não deixa de ser uma belíssima lenda da fundação do nosso país, que teve um momento fulcral nesta Batalha de Ourique.

~~~~~~~ ~~~~~~~ ~~~~~~~
Gostas de mitos, lendas, livros pouco conhecidos e curiosidades?
Podes receber as nossas publicações futuras por e-mail ou no Twitter!
~~~~~~~ ~~~~~~~ ~~~~~~~

2 comentários

  • Imagem de perfil

    mitologia 24.08.2020

    Muito obrigado por essa informação, gentil desconhecido. Desconhecíamos por completo o nome do frade, mas assim, se alguém vir estas linhas, já poderá saber mais sobre quem ele era! :)
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.