Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Mitologia em Português

22 de Agosto, 2021

A lenda de Guesto Ansures

A acreditar-se nesta lenda de Guesto Ansures (ou Ansur), ele terá sido possivelmente o mais poderoso de todos os cavaleiros que já viveram em terras de Portugal. E confesse-se que não o dizemos de ânimo leve, mas como a sua história provará; já lá iremos, por agora aqui fica uma cantiga que dizem ter sido escrita pelo herói, mas que é quase certamente apócrifa (até podem ouvi-la carregando na imagem), e que costuma tomar o nome de Canção do Figueiral:

A lenda de Guesto Ansures

Agora, relembre-se a lenda deste homem a quem também chamaram Guesto Ansur. Conta-se que nos século VIII e IX da nossa era um monarca árabe de Córdova instituiu o chamado "tributo das cem donzelas", em que as cem jovens mais belas dos seus domínios lhe deveriam ser entregues todos os anos*. A estranha tradição continuou durante anos, até que calhou a vez de uma tal Sancha (ou Mécia, mediante a versão). Quando estava a ser levada para Córdova, juntamente com cinco outras donzelas das redondezas, pararam próximas de um figueiral. Tristes com o seu destino, todas as seis choraram, até que um cavaleiro misterioso se aproximou.

Quando Sancha/Mécia lhe contou o que se passava, ele prometeu defendê-las contra todos os males deste mundo - depois, combateu contra os muitos Mouros que as tentaram levar (na versão mais estranha que encontrámos o seu número era de 1000000!), vencendo-os a todos com a sua espada; e quando a espada se partiu, ele arrancou um ramo de uma figueira e continuou o seu combate, até que não restaram mais opositores. E então, cumprida a sua promessa, escoltou as seis damas de volta aos locais em que viviam antes, e o pai de Sancha/Mécia naturalmente que concedeu a honra do casamento com a filha ao salvador, cujo nome era Guesto Ansures!

 

Diz-se que o local em que Guesto Ansures encontrou as seis damas tomou depois o nome de Figueiredo das Donas - perto de Vouzela, aqui em Portugal - em honra de toda esta ocorrência, mas pouco mais se sabe sobre a vida deste nobre cavaleiro, com excepção dos factos de (possivelmente) ter escrito aquela canção reproduzida ali em cima e ter tido um filho, que se poderá ter chamado Guestes Ansur[es?]. Contudo, e muito infelizmente, o chamado "tributo das cem donzelas" parece ter continuado por mais tempo (uma espécie de sequela desta lenda até teve a intervenção de São Tiago), pelo que se ele salvou seis mulheres com as suas acções honrosas, pelo menos as 94 restantes foram entregues em Córdova, como era habitual. Mas isso já são outras histórias, e o que nos interessa aqui hoje é mesmo a aventura deste poderoso cavaleiro e a forma como ele salvou algumas damas de um destino que lhes parecia muito assustador...

 

 

*- A lenda não preserva informação relativa ao porquê de ele as querer, ou mesmo como esse critério de beleza era determinado. Mistérios da vida...

P.S.- Uma pequena lenda nacional diz ainda que a esposa deste cavaleiro, após a sua morte, fundou o Convento de Arouca. Não conseguimos encontrar muito mais informação sobre essa espécie de "sequela" desta história, mas achámos que uma breve nota sobre ela também deveria ser dada aqui.

Gostas de mitos, lendas, livros antigos e muitas curiosidades?
Recebe as nossas publicações futuras por e-mail - é grátis e irás aprender muitas coisas novas!

2 comentários

  • Imagem de perfil

    mitologia.pt

    03.04.22

    Paulo, obrigado pelo comentário. De facto, é provável que os "Figueiredos" venham desta história de Guesto Ansures - essa família, como muitas outras de Portugal, tem origens lendárias, que podem ser lidas em alguns documentos medievais, e de que a lenda da Marina/Marinha - https://www.mitologia.pt/em-busca-da-lenda-do-solar-dos-marinhos-467910 - é possivelmente das mais famosas!
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.