Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Mitologia em Português

Mitologia em Português

26 de Abril, 2020

Em busca da origem da expressão 'tempo da Maria Cachucha'

Há alguns dias fizeram-nos uma pergunta em que nunca tínhamos pensado antes - se existe uma expressão que nos fala de dadas coisas serem 'do tempo da Maria Cachucha', quem terá sido essa figura, supostamente tão famosa ao ponto de vir a designar algo de muito antigo? É uma expressão evidentemente portuguesa, não vem da Antiguidade, da Idade Média, ou do Renascimento... mas então, quem emprestou o nome à expressão?

Maria Cachucha

Uma primeira hipótese - em inícios do século XX parece ter vivido em Torres Vedras uma mulher que ficou conhecida por "Maria Cachucha". Por muito singular que essa figura tenha sido - e a breve entrevista prova isso mesmo - não se compreende como ela poderá ter inspirado a expressão. De facto, se uma alcunha tão singular ainda não fosse conhecida, certamente que lhe teriam perguntado de onde nasceu; não tendo sido feita essa pergunta, podemos presumir que já existia outra "Maria Cachucha" famosa e anterior a ela, com quem - muito possivelmente - partilhava o carácter que discutiremos abaixo.

 

Segunda hipótese - as mais variadas fontes referem incessantemente uma dança do século XIX como estando por detrás da expressão (ver este exemplo). Como nos informa o dicionário da Priberam, a cachucha era uma "dança popular espanhola do século XIX, de compasso ternário, executada geralmente por uma pessoa munida de castanholas, ao som de guitarras e, por vezes, canto." Um breve exemplo:

Esta é uma hipótese que parece ter satisfeito muitos curiosos, mas que deixa ainda duas questões por resolver - porquê Maria Cachucha, e porque seria esta expressão ligada a algo que é antigo?

 

Terceira hipótese - A cachucha original, como se depreende da definição acima, nem sempre tinha letra. Houve então a necessidade de criar uma letra para ela. Vejamos um primeiro exemplo, aparentemente de meados do século XIX (focamo-nos somente na informação dada no Youtube, que até pode estar incorrecta):

E outro já do século XX:

Em ambas existe uma frase comum - "Maria Cachucha, com quem dormes tu?" Todas as outras versões que encontrámos parecem manter a mesma questão e respondem-lhe das mais variadas formas - "Durmo com um gato dentro de um baú", "Com um menininho[ou marinheiro] chamado Angu", "Durmo sozinha com o dedo no cu", etc.

Independentemente da rima para "tu", esta Maria Cachucha parece ser sempre uma mulher de má reputação, com um gato, que se envolvia com muitos homens... Será que por detrás desse nome (fictício) existia uma figura popular portuguesa, bem conhecida na altura? A revista Pim-Pam-Pum, no seu número 555 (de 1936, ou seja, mais de um século depois!), até nos conta a história de uma Maria Cachucha, a quem foi feita a pergunta acima (e a que ela responde "Durmo sempre só, e de corpo nu!"), mas as fontes da autora dessa história infantil são desconhecidas... ainda assim, se quisermos acreditar que em inícios do século XIX já existiam histórias como essas, que inspiraram as várias letras, faria sentido que o seu tempo fosse localizado numa altura muito mais antiga, que já ninguém conseguia precisar, como aquele proverbial "tempo em que os animais falavam". E isso até poderia justificar a expressão, tal como é usada nos nossos dias...

 

Quarta hipótese - parte de uma das canções ficou na sabedoria popular, e ainda encontrámos idosos que se lembram de quatro versos, mas que insistem na ideia de que "não é nenhuma música, é só a Maria Cachucha". Nenhum sabia dizer de onde conhecia os versos ou quem lhe os tinha ensinado. Por essa dificuldade de precisão, de uns versos que lhes chegaram já nem se sabe bem de onde ou quando, poderá ter-se suposto que o "tempo da Maria Cachucha" era já muito antigo.

 

Qual destas hipóteses está correcta? As poucas provas que temos são puramente circunstanciais; a maior parte dos autores parece satisfazer-se com a segunda, mas a verdade é que ela deixa questões em aberto. Por isso... a resposta fica para quem for ler estas linhas, a quem deixamos igualmente um convite para que nos dêem a vossa opinião nos comentários.

~~~~~~~
Gostas de temas como este? Podes seguir-nos no Twitter, no Facebook (novo), ou receber as nossas novidades no teu e-mail de uma forma simples, rápida e gratuita!



Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.