Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Mitologia em Português

23 de Setembro, 2022

O mito chinês de Jingwei

Não fosse o nome desta sua protagonista e o mito de Jingwei facilmente se poderia confundir com uma das muitas metamorfoses de Ovídio. Porém, visto ser quase desconhecido na sociedade ocidental - na China, esta figura até emprestou o seu nome a uma expressão idiomática - devemos contá-lo por aqui.

O mito de Jingwei

Há muito, muito tempo atrás, viveu nas terras da China uma menina chamada Nuwa (o seu nome é partilhado com uma deusa primordial da mesma cultura, mas as duas figuras não devem ser confundidas). Ela gostava muito do mar, das ondas do oceano, e então passava horas e horas na praia, a contemplar a beleza que a circundava. Um dia, decidiu então meter-se nas águas e acabou por morrer afogada. Mas este não foi o fim da sua história - após a morte, ela foi transformada num pássaro que ficou conhecido com o nome de Jingwei, e que para impedir que outros viessem a sofrer o seu destino começou a transportar pedras e pequenos ramos para o mar local, tentando assim enchê-lo de tal forma que mais ninguém alguma vez viesse a falecer nessas águas.

 

Este pode até parecer um mito simples, mas encontrámos duas versões relativas ao porquê de esta Nuwa, a futura Jingwei, se ter colocado naquelas águas que a viram morrer. Na versão mais simples, ela fê-lo somente para aproveitar a frescura do oceano. No entanto, em outra versão a menina foi movida por uma enorme curiosidade relativa ao que existia além do oceano chinês; assim, montou-se num barco e tentou cruzá-lo, mas acabou por encontrar uma enorme tempestade que levou à sua morte. Em qualquer dos casos, esta razão parece ser completamente secundária para toda a história.

 

Para terminar as linhas de hoje, aponte-se que os Chineses têm um provérbio, ou expressão idiomática, que diz algo como "Jingwei tenta encher o mar". Na nossa cultura ocidental poderia parecer-nos uma espécie de tarefa de Sísifo, interminável e impossível, mas segundo nos foi dito ela é usada com um significado muito distinto do nosso - mais do que se referir à dificuldade da tarefa, tem em conta a enorme paixão deste novo pássaro para tentar cumprir a tarefa a que se dispôs, por muito difícil que ela possa parecer. Não pode deixar de nos relembrar da história, também ela chinesa, do "Idoso Louco que Removeu as Montanhas", em que com a ajuda dos céus até o maior impossível se pode acabar por realizar. O que importa é não desistir...

Gostas de mitos, lendas, livros antigos e muitas curiosidades?
Recebe as nossas publicações futuras por e-mail - é grátis e irás aprender muitas coisas novas!

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.