Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Mitologia em Português

09 de Maio, 2022

O mito dos Aloidas

Falar do mito dos Aloidas implica, quase obrigatoriamene, falar de um ciclo mitológico da Grécia Antiga conhecido como a Gigantomaquia. As fontes originais para essa sequência de mitos perderam-se ao longo dos séculos, mas chegaram-nos, de uma forma parcial, em obras como a Gigantomaquia de Claudiano, que nos permitem saber, curiosamente, que Camões se terá inspirado nestes episódios mitológicos para o seu Adamastor. Mas então, perdida essa grande maioria dos relatos da guerra entre os Gigantes e os deuses do Monte Olimpo, o que podemos dizer sobre estas duas figuras que dão título à publicação de hoje?

O mito dos Aloidas

Oto e Efialtes eram dois gigantes irmãos, filhos do deus Poseidon e da mortal Ifimedia, que seduziu o monarca dos oceanos derramando muitas vezes as águas do mar sobre os seus seios; porém, como esta já era casada com um tal Aloeu, os seus filhos receberam o nome comum através do marido dela, em vez de do deus. Depois, os dois gigantes foram crescendo continuamente, até que atingiram uma enorme estatura, comum à sua espécie, e decidiram pôr em prática um plano bastante invulgar - quiseram empilhar diversas montanhas para, subindo depois para cima de todas elas, conseguirem atingir o Olimpo celeste e destronar os seus habitantes.

 

Infelizmente, a ausência de fontes literárias que contem todo o episódio torna difícil conseguir reconstituir toda a sua aventura, mas sabemos que os Aloidas não foram capazes de atingir esse seu objectivo. E existem duas grandes versões para explicar o porquê de não o terem conseguido. Numa delas, possivelmente a mais famosa, Zeus precipitiou-se dos céus com o uso do seu famoso raio. Numa outra, que até diz que os dois irmãos eram imortais excepto aos seus próprios golpes, a deusa Ártemis tomou a forma de uma corça e interpôs-se entre eles; esperando capturar o belíssimo animal, ambos o visaram como destino das suas flechas, acabando por, numa estranha coincidência, se atingirem mutuamente. E, assim, Oto e Efialtes faleceram!

 

Como os mais famosos mitos de Tífon e Equidna, esta aventura dos Aloidas peca, hoje, pelo facto de sabermos muito pouco sobre ela. Temos o seu início, sabemos parte do seu desenvolvimento, conhecemos até como terminava toda a aventura, mas mesmo assim desconhecemos a forma como ela tomava lugar na fontes originais da Mitologia Grega. Portanto, tem de nos bastar um breve relato do que se passou, como o descrito acima...

Gostas de mitos, lendas, livros antigos e muitas curiosidades?
Recebe as nossas publicações futuras por e-mail - é grátis e irás aprender muitas coisas novas!

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.