Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Mitologia em Português

Mitologia em Português

03 de Maio, 2020

O outro castelo de Sintra

Hoje, quando pensamos num castelo de Sintra, a nossa mente é imeditamente levada àquele que é chamado o "Castelo dos Mouros". Mas, ainda assim, talvez sejam já poucos aqueles que sabem que em outros tempos existia um segundo castelo, ou uma espécie de fortaleza, associada à mesma vila. Infelizmente, são já poucos os vestígios palpáveis desse segundo recinto, mas o Livro das Fortalezas, de Duarte de Armas, datado de inícios do século XVI e que pode ser consultado aqui, preserva-nos duas imagens muito interessantes.

O Castelo de Sintra

Aqui, o Castelo dos Mouros pode ser visto no topo da montanha, circundado a vermelho, enquanto que algumas muralhas, num estado de destruição já muito notório, estão assinaladas a verde. É certamente possível que estas segundas se tenham tratado, em tempos agora já demasiado esquecidos, de uma primeira cerca de protecção em redor da vila.

O Castelo de Sintra

Nesta segunda imagem, desenhada do lado oposto, estão o famoso castelo a azul (no topo da montanha) e a Igreja Paroquial de São Martinho de Sintra, a vermelho, que ainda existe e cuja entraa continua a ser muito semelhante à mostrada aqui. Mas, a verde, pode ser vista uma espécie de muralha, que ainda existe (mas talvez não totalmente igual?), e que trai a função defensiva original de todo o complexo a que hoje se chama o Palácio Nacional de Sintra.

 

Os mais puristas poderão dizer que estas imagens, do século XVI, não mostram verdadeiramente um segundo castelo de Sintra. E isso é verdade, não conseguimos encontrar imagens reais em que essa fortificação ainda se encontrasse completa - o que provavelmente ainda acontecia no século XII, quando o local foi conquistado pelos Cristãos - mas dão-nos é a entender que existiu um período em que existia uma muralha defensiva em redor de toda a vila, um espécie de outro castelo de Sintra, com os seus contornos hoje perdidos em função do peso dos séculos. Já pouco sabemos sobre ele, mas pelo menos estes desenhos de Duarte de Armas permitem-nos ter consciência, de uma forma muito vaga, dos contornos que Sintra tinha em outros tempos...

~~~~~~~
Gostas de temas como este? Podes seguir-nos no Twitter, ou receber as nossas novidades no teu e-mail de uma forma simples, rápida e gratuita!



Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.