Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Mitologia em Português

18 de Julho, 2021

O segredo da Anta de Adrenunes

Em plena serra de Sintra pode ser encontrado um local que é hoje conhecido como a Anta de Adrenunes. Ele encontra-se hoje quase como há 150 anos atrás, como pode ser visto nesta gravura dessa altura:

O segredo de Adrenunes, a sua anta ou dólmen

Agora, se é relativamente fácil encontrar informação sobre este espaço na internet, sabendo-se que ele foi identificado pela primeira vez como sítio arqueológico em 1867 por Joaquim Possidónio Narciso da Silva, que é hoje um local com conotações místicas, e outras coisas que tais, o que nunca conseguimos encontrar foi a razão para esse seu estranho nome. Sim, chama-se Adrenunes, mas a existir um qualquer mito ou lenda por detrás da sua designação, já ninguém parecia saber, ou sequer interessar-se em conhecer, a razão para tal. Face a isso, fomos pensando no tema e abandonando-o várias vezes ao longo dos anos, até que há uns dias, sentados bem perto do local, decidimos que já era hora de alguém saber de onde vem esse nome... o que foi mais fácil de dizer do que de fazer, admita-se.

 

Não obstante as muitas dificuldades, quando tentámos ler tudo o que sobre ele existia escrito no século XIX deparámo-nos com uma referência francesa intrigante, datada de 1868, que se referia ao local como Dolmen du Mont de Adrenunes. Ou seja, o nome que procurávamos não era o do monumento pré-histórico, em si próprio, mas do monte em que ele foi encontrado... o mesmo a que hoje não parece ser dado qualquer espécie de nome explícito! Porém, se considerarmos a designação de todo o local nesta forma mais completa, "... do monte de ...", podemos vê-lo como um nome que indica uma espécie de pertença. Ele está corrompido pelo peso dos séculos e do esquecimento humano (como parte da história de Pedra Amarela, também em Sintra), mas é possível que, originalmente, se tenha referido a André Nunes ou a um Padre Nunes, figuras que, a terem existido, já há muito foram esquecidas, até porque a sua potencial posse de um monte num local que era de difícil acesso dificilmente terá sido digno de nota. Contudo, sabemos que existia pastorícia no local, como pode ser inferido pela lenda da Peninha (a menos de 1Km deste local), o que atesta a presença humana nas redondezas pelo menos desde inícios do século XVIII, altura em que o Santuário Mariano nos relata a agora-famosa história; a Ermida de São Saturnino, por perto, é do século XII, levantando até a possibilidade de que o nome do local que procuramos date de tempos da Reconquista Cristã.

 

Será, portanto, esta a verdadeira origem do invulgar nome da Anta de Adrenunes? Não conseguimos encontrar qualquer prova real disso mesmo, mas a considerarmos que o nome se referia efectivamente a uma antiga, e entretanto quase totalmente esquecida, posse de um determinado monte, esta é uma sugestão que faz todo o sentido, e que, pelo menos para nós, nos permite dar a questão como parcialmente encerrada.

Gostas de mitos, lendas, literatura ou curiosidades?
Recebe as nossas publicações futuras por e-mail - é gratuito e poderás aprender muitas coisas novas!

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.