Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Estas três pequenas histórias de Portugal foram-nos contadas por uma senhora na casa dos 80 anos, que nos disse que lhe foram contadas a ela pela sua avó. Reproduzimo-las aqui para que nunca se percam, mas deixamos igualmente um convite - conhecem outras histórias antigas de Portugal? Se sim, partilhem-nas nos comentários, para que também elas não se percam, como estas três:

 

"No Inferno existe um relógio [de pêndulo], que faz o barulho 'Nunca... Nunca... Nunca...', porque quem aí está nunca daí sairá. No Céu existe um relógio  [de pêndulo], que faz o barulho 'Sempre... Sempre... Sempre....', porque quem aí está sempre aí ficará."

 

"Existia um homem que trabalhava e cortava sempre ervas ao domingo. Como castigo, Nosso Senhor disse-lhe 'Vou-te colocar num sítio onde o poderás fazer para sempre'. Então, quando hoje olhamos para a Lua, podemos lá ver uma zona mais escura, que são as ervas que esse homem ainda hoje corta."

 

"Vai haver um cavalo relinchão, que não bebe água nem come pão...", "que são [agora] os aviões."

Autoria e outros dados (tags, etc)




Este espaço é da autoria de Ovídio Silva (Doutorando em Clássicas), e de um anónimo interessado nestes temas.
Licença Creative Commons



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

  Pesquisar no Blog